quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Poké-Análise - SM3 e seu impacto no Standard atual

Salve salve, pessoal!

Quem hoje vos escreve é o João Paulo, mais conhecido como "Jão". Sou jogador de Pokémon TCG da nossa querida Liga Arena desde 2013, mas estive afastado do TCG por questões financeiras em 2016 e me aventurando no VGC em 2017. E com fome de cartinhas pra temporada 17/18!

Desde que parei de jogar, não deixei de ler sobre as novidades das novas edições e acredito que a tendência é que o jogo fique cada vez mais saudável daqui pra frente, sem um deck muito tóxico ou extremamente dominante no formato, até mesmo porque a próxima rotação já está na nossa porta. Então este artigo será mais voltado para o panorama do World Championship agora de agosto.

Sem mais delongas, vamos ao que interessa!!

A expansão SM3 - Burning Shadows, já liberada no Japão e em breve para o resto do mundo, trouxe algumas cartas novas bem interessantes e diversos complementos para alguns decks já existentes, tanto para os que estavam meio na escuridão, quanto para os que já dominavam o formato há algum tempinho.


A mais óbvia de todas as cartas que irão impactar o formato. É um pokémon stage 2 de grama, que, com o suporte do estádio Floresta das Plantas Gigantes pode entrar no primeiro turno de jogo. 210 de HP é uma quantia razoável.

Mas o que realmente chama a atenção na carta são seus ataques. Por [G], você consegue um dano consistente de 90 todo turno que este pokémon se torna ativo. Isto não é muito trabalho, visto que temos ainda no formato a ferramenta Pedra Flutuante e teremos uma das novas cartas que falarei mais adiante. Além disso, o seu ataque GX favorece exatamente essa estratégia de "bater e correr".
Aliado à Vileplume e Decidueye-GX, temos aqui um forte candidato a campeão do mundial.






É uma carta com um efeito bem conhecido de alguns jogadores da era Black & White, o Safeguard. Esta carta simplesmente não toma danos de qualquer pokémon EX ou GX, seja seu ou de seu oponente. A única exceção são os ataques "Shred", que, na regra atual, ignoram quaisquer efeitos desse tipo.

Mas esta carta permite "cozinhar" o jogo contra decks extremamente agressivos como o de M Rayquaza-EX (branco), bem como quase uma auto-win contra Volcanion-EX.






É um pokémon com pouco HP, mas que tem uma habilidade extremamente útil (pode usar qualquer ataque dos pokémons básicos de sua pilha de descartes, desde que obedecidos os respectivos custos) e um golpe GX poderosíssimo para finalizações. Será melhor aproveitada no Expanded, no deck de Night March, mas ganhou seu posto aqui por ser capaz de deixar o próximo item da lista em cheque.






Mas esse lendário simplesmente não vai embora!!

Há anos este pokémon aparece em cartas suficientemente poderosas para estabelecerem um deck por elas mesmas.
HP padrão para um GX básico (180 HP). Habilidade de aceleração de energia, onde pode voltar da pilha de descartes direto para o banco com uma energia [D] já ligada.
Seus ataques são consistentes e com um custo de energia super tranquilo de [D][D][C]. Um com 130 de dano, sem drawbacks e seu ataque GX que nocauteia qualquer pokémon afetado por alguma condição especial.

Na minha opinião, a melhor carta da edição, empatada com o próximo item desta lista.


Basicamente o Darkrai-GX com sua contraparte fada stage 2.

HP de 230 é muito bom para um stage 2. Sua habilidade de poder ligar uma energia [Y] da mão para qualquer pokémon é simplesmente insana, que vai de encontro com seu ataque principal, que bate 30x para cada energia ligada aos dois pokémons ativos.

Seu ataque GX, que volta 10 cartas da pilha de descarte à sua escolha de volta ao deck, também é excelente.

Carta extremamente consistente, mas que perderá um pouco sua força devido a presença dos Metagross-GX no formato.


Com relação aos pokémons, estes são quem eu acredito dar o maior impacto direto no formato. Há outras? Óbvio que sim, mas não vamos ficar dias e dias discutindo, não é? Estas com certeza são as principais para ficar de olho no próximo mês.

Agora, continuando a lista, vamos falar dos Trainer Cards!

6 - ACEROLA




Essencialmente tem a função de ocupar o que AZ fazia na época da Phantom Forces, mas com uma restrição de o pokémon alvo precisar ter algum dano. Carta extremamente forte no deck de Golisopod-GX devido ainda a presença da Floresta das Plantas Gigantes, mas com certeza aparecerá em outros decks devido à sua versatilidade.

8 - GUZMA




Gust effects (buscar um pokémon do oponente do banco para o ativo) são fortes, mas este tem uma restrição a mais: você também deve trocar seu ativo. Novamente, é uma carta excelente no deck de Golisopod-GX (perceberam o padrão?) e que vai assumir o posto do Lysandre pós-rotação.

9 - KIAWE




A carta que os jogadores de Volcanion-EX pediram à Deus!

Mesmo com a restrição de finalizar seu turno, pegar 4 energias [R] do deck e já ligar em um de seus pokémon, é excelente para não se usar uma, ainda mais que pode ser buscada com o uso da Tapu Lele-GX.

10 - PO TOWN




Uma carta que pode passar despercebida por muita gente, mas que terá sua participação se usada com sabedoria. Visto que o formato atual tem voltado seus olhos para as evoluções novamente, 30 de dano a cada vez que um jogador evolui um de seus pokémon pode ajudar, e muito, os nocautes dos pokémon.
Mas cuidado pro tiro não sair pela culatra! Nenhum jogador está protegido ao usar este ginásio!


É isso pessoal! Essas são as 10 cartas que acredito que todos procurarão para formar seus decks daqui pra frente.
Esqueci de alguma coisa? Discorda ou concorda? Comenta aí, que a discussão saudável é que faz um bom time!

Um beijo no kokoro e até a próxima!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário